Aperfeiçoamento profissional: cursos online

Eu tinha muita dificuldade com cursos online, principalmente pela necessidade de presença física, a indisciplina e falta de organização, mas pelas metas profissionais e barreiras (tempo gasto com deslocamento, por exemplo) tive que desenvolver essa característica e agora sou a ~louca dos eads~.

Já falei aqui sobre o Why we post?, concluí uns, estou fazendo outros e gostando bastante. Para quem se interessar deixo uma listinha de EaDs que fiz (estou fazendo ou farei em breve):

  1. No Future Learn tem muitos cursos disponíveis, vários sem custo algum. Dentre as categorias é possível encontrar temas sobre negócios, natureza, criatividade, direito, saúde, línguas, etc. Aqui, especificamente, indico o The Power of Social Media e Understanding the General Data Protection Regulation.
  2. Precisa aprender ou dar uma atualizada no espanhol? O curso disponível na plataforma EaD da Universidade Federal do Vale do Rio São Francisco é muito interessante. Além das aulas com professor nativo, é possível baixar todo o material para consultas offline.
  3. Já no inglês indico o canal EngVid que é maravilhoso. Lá tem disponível centenas de vídeos, mais de dez professores que abordam gramática, expressões, inglês para negócios, pronuncia, preparação para provas e muitos outros tema.
  4. A Escola Virtual da Fundação Bradesco também tem vários cursos, muitos gratuitos. Os temas vão desde educação financeira, postura profissional aos vários níveis de pacote office.

Tenho feito outros, alguns pagos como o de social ads e um curso dentro das disciplinas do mestrado numa experiência inter-federais – o Introdução à Democracia Digital pelo INCT DD da UFBA. Para quem é da área de social media, indico esse post do Pedro com várias dicas e lista de cursos de aperfeiçoamento.

Tem outras indicações? Compartilha! 😉

2018: here we go again

Pós festas, carnaval e tudo mais que o começo do ano nos permite (ou nos impede): here we go again compartilhar conteúdo, ideia, dicas, eventos etc.

Primeiramente, vale lembrar que aqui na página posts tem a lista de todos os conteúdos já compartilhados aqui no blog e aqui nos slides tem todo material dado nas minhas palestra e oficinas.

Outro ponto importante de ressaltar é que quando não teve conteúdo aqui, é por que teve em outros lugares, como mapeamento de públicos e análise de redes, relações públicas na América LatinaLei de Acesso à Informação, sobre as ferramentas Sobek Mining e a StArt. Lá no Versátil RP (que está de cara nova) teve a repercussão no Twitter do caso LAI no município de São Paulo e um post especial para dia interamericano das relações públicas em parceria com Diego Galofero.

 

É novidade que você quer @? 

A primeira novidade é que curso sobre Planejamento Estratégico em Comunicação e Mídias Sociais está na agenda permanente do Lobo Criativo. Essa atividade, que já acontece a algum tempo, será toda remodelada com conteúdo novo, atividades, ferramentas e referências em dobro. O curso tem como público foco estudantes, recém-formados e empreendedores que queiram entender mais dessa parte do trabalho de comunicação. Quem tiver interesse ou quiser mais informações, manda e-mail para falecom@lobocc.com.br que o pessoal do Lobo vai tirar todas as dúvidas.

 

Novidade número dois é que o curso sobre a Lei de Acesso à Informação terá uma versão online pelo IBPAD. Essa atividade é baseada na LAI (como nas oficinas que aconteceram ano passado) e com foco de público em comunicadores (jornalistas, relações-públicas, publicitários, etc), cientistas sociais e demais pesquisadores interessados em conhecer o funcionamento básico da Lei de Acesso à Informação como recurso de levantamento de dados públicos. Informação importante, esse curso será oferecido de forma gratuita e a lista de espera já está aberta, acesse aqui para se inscrever.

 

Bom, esse primeiro post do ano foi para relembrar o que aconteceu em 2017 e para contextualizar todo trabalho que está sendo desenvolvido (e que também conta com a fase de escrita da minha dissertação) esse ano! Aproveito para desejar a todos um excelente período e que possamos trocar muitas figurinhas por aqui e nos demais espaços. 🙂

Related Post

Práticas em Mídias Sociais na Etec Cepam

Nos meses de junho e julho tive o prazer de ministrar as aulas de planejamento de comunicação no curso Práticas em Mídias Sociais na Etec Cepam Gestão Pública. Esse curso se enquadra na modalidade de Formação Inicial e Continuada, ou seja, preferencialmente para iniciantes na área de mídias sociais. Outro ponto interessante é que a Etec Cepam tem foco em governo e terceiro setor, então todos os cursos são pensados a partir dessa temática.

Ao todo foram 160 horas/aula divididas em dois módulos: o de ferramentas e o de planejamento. Ambos orientados a um projeto prático desenvolvido em grupo que é apresentado como requisito de conclusão.

As minhas aulas abordaram o processo técnico do desenvolvimento de planejamento de comunicação e planejamento editorial para mídias sociais, além da inserção de temas como empreendedorismo, terceiro setor, financiamento coletivo, governo aberto, lei de acesso à informação, diversidade, entre outros. Todas as aulas foram baseadas em referências que eu sigo enquanto profissional, infelizmente não posso publicizar os slides, mas deixo abaixo a lista de blogs, profissionais, livros e cases que sugeri aos alunos.

BLOGS

PROFISSIONAIS

LIVROS

CASES

Vale ressaltar que o curso é gratuito, para saber das próximas datas acompanhe a Etec Cepam. 😉

Empreende Aí abre inscrições para curso online

Neste mês de abril, o negócio de impacto social empreende ai abriu as inscrições para o seu curso “Despertando o empreendedor”, o primeiro curso online do brasil voltado para empreendedores populares.

O Empreendei Ai é um negócio de Impacto social criado para disseminar conhecimento empreendedor e melhorar a vida das pessoas através do empreendedorismo, foi criado com o objetivo de trazer esses conhecimentos para as comunidades, dando à elas instrumentos para que possam empreender de maneira estruturada, consciente e diminuindo os riscos de insucesso.

Com o objetivo capacitar novos empreendedores e direcionar negócios já iniciados, o curso visa popularizar o empreendedorismo e alcançar áreas mais distantes e desenvolverem práticas empreendedoras.

Os alunos também contarão com Aulas de Autoconhecimento, Ideação e Modelagem de Negócios, para você tirar sua ideia do papel ou melhorar o negócio que já criou; poderão desenvolver SUAS HABILIDADES e utilizá-las para abrir o seu negócio sem grandes investimentos; terão Aulas com Professores que já participaram na criação de mais de 50 negócios dentro das periferias e capacitaram mais de 150 alunos, como Toddy Ivon e Monique Evelle; acesso a todos os conteúdos em formato MP3 para que você possa ouvir em momentos que não poder ver as vídeo aulas; acesso a todo o conteúdo do curso, que inclui 2 módulos com mais de 10 vídeo aulas, aulas com empreendedores de outros Estados com grande destaque no Brasil e no mundo e também e com quem começou empreendendo no Brasil produzindo com grandes artistas RAP/HIP HOP, e hoje empreende fora do país.

A abordagem adotada pelo Curso Online do Empreende aí, é pioneira e inovadora, e proporciona uma grande experiência para o aluno – ou seja, qualquer pessoa interessada em desenvolver conhecimentos em empreendedorismo pode se inscrever.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 05 de maio, através do site.

Curso – Por que postamos: a antropologia das mídias sociais

O curso Por que postamos: a antropologia das mídias sociais é um material gratuito e online da UCL (University College London) via UCLeXtend. Trata-se de uma jornada de cinco semanas (mas você  pode realizar as atividades em seu tempo) para expor os resultados de pesquisas antropológicas sobre o consumo de mídias sociais realizadas em diferentes localidades do mundo (Inglaterra, Turquia, Ilha de Trinidad, Brasil, Itália, Índia, Chile, China), além desse conteúdo também tem a oferta de leituras sugeridas, vídeos, fóruns, atividades práticas e interação com os demais participantes do curso.

Cada um dos nove pesquisadores envolvidos no projeto passou 15 meses observando, conversando e descrevendo o hábito dos moradores do local escolhido para fazer o trabalho de campo. O resultado desse processo é apresentado no decorrer do curso seguindo o roteiro: O que é antropologia das redes sociais?; Qual a aparência das mídias sociais?; O impacto das mídias sociais em política e gênero? e O desafio chinês.

Infográfico sobre sociabilidade escalonável.

Com tópicos específicos sobre abordagem acadêmica em mídias sociais, visibilidade social, selfie, memes, design de plataformas, debate sobre a moral e analfabetismo, política e gênero o material traz uma provocação bastante pertinente sobre a utilização das mídias. E é curioso notar a diferença entre os contextos estudados, como na Itália e China as mulheres tiram poucas fotos de si mesmas ou de outras pessoas nos ambientes, preferem fotografar paisagens, comidas ou compartilhar memes, tudo em detrimento da moral rígida de cada região.  Continue lendo